• Darwin Brandão

Fichamento: "Regras do Jogo" - Capítulo 5

Atualizado: Jun 11

Livro: "Regras do Jogo - Fundamentos do Design de Jogos'

Autores: Katie Salen, Eric Zimmerman

Editora: Blucher

Capítulo: "Sistemas" (pg. 65)



"O  sistema é em parte uma memória do seu passado, assim como, no origami, as essência de um pássaro ou um cavalo está na natureza e na ordem das dobras feitas. A pergunta que deve ser respondida quando confrontados com um problema de planejamento ou design de um sistema é: o que é exatamente o sistema? Portanto, é necessário conhecer a natureza da estrutura interna antes de poder fazer planos." - Wolfgang Jonas, "On the Foundations of a 'Science of the Artificial'"

Introdução dos sistemas


"Os jogos são intrinsecamente sistêmicos: todos os jogos podem ser entendidos como sistemas." (pg. 66)

"Sistema

1. Um grupo de elementos que interagem, interligados ou interdependentes formando um todo complexo.

2. Um grupo de elementos relacionados funcionalmente, em especial:

    a. O corpo humano considerado como uma unidade funcional fisiológica.
    
    b. Um organismo inteiro, especialmente no que diz respeito aos seus processos ou funções vitais.
    
    c. Um grupo de órgãos ou partes complementares fisiológica ou anatomicamente: o sistema nervoso; o sistema esquelético.
    
    d. Um grupo de componentes mecânicos ou elétricos que interagem.
    
    e. Uma rede de estruturas e canais, como para a comunicação, viagens ou distribuição.

3. Um conjunto organizado de ideias ou princípios inter-relacionados.

4. Uma forma organizacional social, econômica ou política.

5. Um grupo de ocorrência natural de objetos ou fenômenos: sistema solar.

6. Um conjunto de objetos ou fenômenos agrupados para uma classificação ou análise.

7. Uma condição de interação harmoniosa e ordenada.

8. Um método organizado e coordenado, um processo." (pg. 66)

"Essa compreensão de um sistema como um conjunto de partes que se relacionam para formar um todo contém todos os outros casos especiais desse mesmo conceito." (pg. 66)

"Quando assim entendido - como um conjunto de partes que, juntas, formam um todo complexo - é evidente que os jogos são sistemas." (pg. 66)

"Como os sistemas, os jogos são contextos de interação, que podem ser espaços, objetos e comportamentos que os jogadores exploram, manipulam e habitam." (pg. 66)

Os elementos de um sistema


"Um sistema é um conjunto de coisas que afetam umas às outras em um ambiente para formar um padrão maior que é diferente de qualquer uma das partes individuais. Em seu livro 'Teoria da Comunicação Humana', Stephen W. Littlejohn identifica quatro elementos que constituem um sistema:

- O primeiro são os objetos - as partes, elementos ou variáveis no sistema. Esses podem ser físicos, abstratos ou ambos, dependendo da natureza do sistema.

- Em segundo lugar, um sistema consistem em atributos - as qualidades ou as propriedades do sistema e seus objetos.

- Em terceiro, um sistema tem relações internas entre os seus objetos. Essa característica é um aspecto crucial [dos sistemas].

- Quarto, os sistemas também possuem um ambiente. Eles não existem no vácuo, mas são afetados por seu ambiente." (pg. 66)

"Vejamos em detalhes um jogo em particular, o xadrez. Vamos primeiro pensar o xadrez como um sistema estritamente estratégico e matemático. Isto significa considerar o xadrez como um sistema de regras puramente formal. Colocados assim, os quatro elementos do sistema de xadrez são os seguintes:

- Objetos. Os objetos no xadrez são as peças no tabuleiro e o tabuleiro em si.

- Atributos. São as características que as regras dão a esses objetos, tais como as posições iniciais de cada peça e as formas específicas como cada peça pode mover-se e capturar.

- Relações internas. Embora os atributos determinem os movimentos possíveis das peças, as relações internas são as posições reais das peças no tabuleiro. Essas relações espaciais na grade determinam as relações estratégicas: uma peça pode ameaçar outra ou proteger uma casa vazia. Algumas peças podem até não estar no tabuleiro.

- Ambiente. Se estivermos vendo apenas o sistema formal do xadrez, então o ambiente para a interação dos objetos é o jogo em si. O jogo fornece o contexto para os elementos formais de uma partida." (pg. 67)

"Enquadrar o jogo como um sistema formal, porém, é apenas uma maneira de pensar sobre o sistema do xadrez. Podemos estender nosso foco e também pensar o xadrez como um sistema com dimensões experimentais. Isso significa pensar o xadrez não apenas como um sistema matemático e lógico, mas também como um sistema de interação entre os jogadores e a partida. Mudar a forma como estruturamos a partida afeta a forma como definimos os quatro componentes de um sistema. Colocados como um sistema experimental, os elementos do sistema do xadrez são os seguintes:

- Objetos. Uma vez que estamos vendo o xadrez como a interação entre os jogadores, os objetos do sistema são de fato os próprios dois jogadores.

- Atributos. Os atributos de cada jogador são as peças que ele controla, bem como o estado atual da partida.

- Relações internas. Como os jogadores são os objetos, sua interação constitui as relações internas do sistema. Essas relações incluiriam não apenas a sua interação estratégica, mas também a sua comunicação social, psicológica e emocional também.

- Ambiente. Considerando o xadrez como um sistema experimental, o ambiente total teria que incluir não apenas o tabuleiro e as peças do jogo, mas também o ambiente imediato que envolve os dois jogadores. Podemos chamar isso de contexto do jogo. Qualquer parte do ambiente que facilitasse o jogo seria incluída nesse contexto. Por exemplo, se fosse um jogo de xadrez por e-mail, o contexto do jogo teria que incluir o ambiente de software em que os jogadores enviam e recebem os movimentos. Qualquer contexto do jogo também incluiria as pressuposições dos jogadores de xadrez, tais como o fato de que eles acham ser legal ou careta jogar xadrez. Essa teia de associações físicas, psicológicas e culturais delineia não a experiência do jogo mas sim o contexto que envolve o jogo, o ambiente em que a experiência de jogo ocorre." (pg. 67)

"Por fim, podemos expandir o nosso foco e pensar o xadrez como um sistema cultural." (pg. 67)

"Enquadrados como um sistema cultural, os quatro elementos do sistema de xadrez são os seguintes:

- Objetos. O objeto é o jogo de xadrez em si, considerado em seu sentido mais amplo cultural.

- Atributos. Os atributos do jogo seriam os elementos designados do jogo, bem como informações sobre como, quando e por que o jogo foi criado e usado.

- Relações internas. As relações internas seriam as ligações entre o jogo e a cultura. Podemos encontrar, por exemplo, uma relação entre os lados 'preto e branco' do jogo e a maneira como a raça é referida quando as peças do jogo são representadas de modo figurativo.

- Ambiente. O ambiente do sistema se estende para além de qualquer partida individual de xadrez, ou mesmo do contexto do jogo. O ambiente total para esse enquadramento cultural do xadrez é a própria cultura, em todas as suas formas." (pg. 68)

Sistemas de enquadramento


"Ainda que estivéssemos falando sobre o mesmo jogo todas as vezes, quando procedêssemos de uma análise formal para uma experimental e, então, uma cultural, nosso senso do que consideramos como parte do sistema cresceria. Na verdade, cada análise integrou o sistema anterior em si. A natureza hierárquica dos sistemas complexos torna possível essa integração." (pg. 68)

"Devido à natureza hierárquica do sistema crítico ou complexo, com interações em todas as escalas, podemos arbitrariamente definir o que entendemos por uma unidade." (pg. 68)

"O sistema formal que constitui as regras de um jogo está incorporado no sistema do jogo. Da mesma forma, o sistema de jogo está incorporado no enquadramento cultural do jogo." (pg. 68)

"Como resultado você, você nunca tem o luxo de esquecer completamente o contexto quando está se concentrando na experiência, ou a experiência e cultura quando está se concentrando na estrutura formal [regras] do jogo." (pg. 68)

"[...] as qualidades formais, experimentais e culturais de um jogo sempre existirão como um fenômeno integrado." (pg. 68)

Sistemas abertos e fechados


"Existem dois tipos de sistemas, abertos e fechados. [...] O que distingue os dois tipos de sistemas? Littlejohn escreve: 'Uma das distinções mais comuns [na teoria de sistemas] está entre os sistemas abertos e fechados. Um sistema fechado não tem intercâmbio com seu ambiente. Um sistema aberto recebe matéria e energia do seu ambiente e passa matéria e energia para seu ambiente'.

O que torna um sistema aberto ou fechado é a relação entre o sistema e o contexto, ou ambiente, que o rodeia. A 'matéria e a energia' que passam entre um sistema e seu ambiente podem assumir várias formas, desde dados puros (um termômetro medindo e passando informações para o sistema de um programa de computador que tenta prever o clima), até a interação humana (uma pessoa que opera e interage com o sistema de um carro para dirigir numa estrada). Em ambos os casos, o sistema é aberto porque há algum tipo de transferência entre o sistema e seu ambiente." (pg. 69)

"Quando enquadramos um jogo como um sistema, é útil reconhecer se ele está sendo tratado como um sistema aberto ou fechado. Se olharmos nossos três enquadramentos do xadrez, quais eram abertos e quais eram fechados?

- Sistema formal. Como um sistema formal de regras, o xadrez é um sistema fechado e independente.

- Sistema cultural. Como um sistema cultural, o xadrez é claramente um sistema aberto, pois estamos essencialmente considerando a maneira como o jogo se cruza com outros contextos, como sociedade, língua, história, etc.

- Sistema experimental. Como um sistema experimental de jogo, as coisas ficam complicadas. Enquadrar o xadrez como um sistema experimental pode levar a um entendimento do jogo como aberto ou fechado. Se considerarmos apenas os jogadores e suas ações estratégicas do jogo, poderíamos dizer que, uma vez que o jogo começa, os únicos eventos relevantes são internos ao jogo. Nesse sentido, o jogo é um sistema fechado. Por outro lado, podemos ressaltar a bagagem emocional e social que os jogadores trazem para o jogo, as distrações do ambiente, as reputações que são ganhas ou perdidas depois que o jogo acaba. Nesse sentido, o jogo de xadrez seria um sistema aberto. Enquadradas como jogo, as partidas podem ser abertas ou fechadas." (pg. 69)

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Fichamento: "Regras do Jogo" - Capítulo 4

Livro: "Regras do Jogo - Fundamentos do Design de Jogos' Autores: Katie Salen, Eric Zimmerman Editora: Blucher Capítulo: "Design" (pg. 55) "O design é a aplicação sucessiva de restrições até que reste

Fichamento: "Regras do Jogo" - Capítulo 3

Livro: "Regras do Jogo - Fundamentos do Design de Jogos' Autores: Katie Salen, Eric Zimmerman Editora: Blucher Capítulo: "Interação Significativa" (pg. 47) "Basta observar cães jovens para ver que tod

Fichamento: "Regras do Jogo" - Capítulo 2

Livro: "Regras do Jogo - Fundamentos do Design de Jogos' Autores: Katie Salen, Eric Zimmerman Editora: Blucher Capítulo: "O Processo de Design" (pg. 27) Design iterativo "A formação em design de jogos